BLOG

POR PRISCILA KAMOI

DICAS PARA QUEM QUER EMPREENDER

 

Muita gente me pergunta algumas dicas para ter o próprio negócio e empreender! Essas são as minhas dicas mais importantes para quem quer começar este sonho e foi o que funcionou para mim.

1. Guarde dinheiro

A primeira dica que eu dou para quem quer mudar o rumo da carreira é guardar dinheiro. Quando você tem dinheiro guardado, você tem mais liberdade de escolha, seja para trocar o carro, comprar uma casa, fazer uma viagem ou abrir o próprio negócio. Eu guardei dinheiro durante 10 anos que trabalhei no mundo corporativo e quando me senti preparada decidi pedir demissão para ter meu próprio negócio. O blog eu montei sozinha, só gastei com as despesas básicas como domínio e servidor! Você não precisa investir muito dinheiro para empreender online e essa é uma das vantagens de ter um negócio digital, eu não gasto com aluguel, funcionários, infraestrutura e etc!

 

2. Faça um plano de negócios

A segunda dica empreendedora é fazer um plano de negócios e estudo de viabilidade antes de abrir o próprio negócio. Como sou formada em Administração e Marketing acho essencial ter um planejamento, organização e colocar tudo no papel para não se surpreender depois. Antes de eu ter a loja, eu fiz uma planilha financeira com quanto eu iria gastar, qual seria o custo do meu produto, o lucro líquido e qual poderia ser meu faturamento máximo. Nós realizamos o plano de negócios personalizado para quem quer empreender.

3. Encontre uma oportunidade de negócio

Meus negócios (blog de viagens e consultoria empresarial) surgiram de uma visão que tive do mercado, principalmente a consultoria, e esta é minha terceira dica: ter visão, encontrar uma oportunidade. A consultoria surgiu pois muitos amigos e colegas pediam ajuda para mim para fazer um plano de negócios, entender de marketing e mercado, entender planilhas financeiras e percebi que não tinham consultorias empresariais para start ups e pequenas empresas, somente para empresas grandes. Na Express Consultoria, oferecemos todos os serviços para quem quer começar ou melhorar o negócio, como plano de negócios, estudo de viabilidade, plano de marketing, pesquisa de mercado, comprador oculto, gestão financeira, gerenciamento das redes sociais, criação de site, loja online e identidade visual.

4. Estude seu mercado

A próxima dica é ter competência, conhecimento, estudar sobre seu negócio. Quando decidi empreender, entendia de Administração e Marketing, mas não especificamente de template, blogs, formas de escrita. Para isso, estudei muito sozinha e descobri várias coisas pela internet mesmo. Hoje em dia tem muito conteúdo na internet para aprender a fazer as coisas sozinha e com o tempo vai aperfeiçoando.

5. Tenha coragem

E a última dica é ter coragem. Sem coragem nada sai do papel, não saímos da zona de conforto. Quando você tem dinheiro guardado, planejamento, visão e competência fica mais fácil fazer com que a coragem supere o seu medo. Acreditar no que faz, dar o seu melhor, se dedicar e persistir, ter paciência são coisas fundamentais para dar certo. A jornada empreendedora pode ser muito mais difícil em alguns momentos, é dar um salto de fé, porem a recompensa e a gratificação é muito melhor. E vocês, quais são suas dicas?

Autora: Priscila Kamoi

O dia que percebi que o mundo corporativo não era para mim

Eu sempre quis viajar mais, mas não sabia como. O ano era 2014, eu estava infeliz, mas não sabia o porquê. Ganhava bem, tinha um emprego “fixo”, estabilidade, um cargo alto em uma multinacional e trabalhava como analista sênior de marketing, após terminar o programa de trainees. Mas não era feliz. Ingratidão? Há pessoas que disseram que sim.

Acredito que a felicidade é muito mais que ter dinheiro para ter uma vida digna. Felicidade está relacionada a proposito e sentido de vida. Fazer o que ama sim, se sentir realizado sim. Arriscar, viajar e trabalhar ao mesmo tempo. Lembro que foi minha carta de alforria ler sobre o que são os nômades digitais e como eu poderia ser uma. Esse foi o dia que decidi me tornar uma.

 

O dia que decidi me tornar nômade digital

Estava na empresa que trabalhava, um colega que não se dava muito bem comigo, virou meu chefe. Quando as coisas estão indo bem em nossa vida, a gente não reflete, não repensa e se acomoda. Quando tudo está indo mal, bate o desespero e essa é a hora de sair da zona de conforto e mudar. Eu estava triste e decidi que não fazia sentido o que eu fazia lá. Eu queria ser diferente, deixar um legado, criar minha marca, minha imagem pessoal, fazer a diferença. Queria me expressar pro mundo, expor o que eu sentia e tinha vontade, minhas felicidades, minhas dores. Comecei a pensar formas de ganhar dinheiro online, e aí surgiu o meu blog: Jornada Kamoi: Viagens e Felicidade.

Além do blog, que comecei como hobby e não ganhava nada com ele durante um ano escrevendo meus relatos de viagens toda semana, criei minha marca de camisetas que não existe mais. Após dois anos, decidi vender a empresa de camisetas. As coisas foram se ajeitando aos poucos. Naquela época, ninguém sabia ao certo como ganhar dinheiro com blog, e eu fui descobrindo aos poucos. Comecei a fazer roteiros personalizados de viagens, escrevi um ebook, comecei a dar palestras sobre felicidade, proposito e sentido de vida. Também sou sócia consultoria empresarial de negócios em Curitiba e Rio de Janeiro, onde realizamos plano de negócios, estudo de viabilidade, plano de marketing, pesquisa de mercado, comprador oculto, gestão financeira e gerenciamento das redes sociais, a Express Consultoria.

Todo mundo sente medo. Eu tive, mas minha coragem foi maior que meu medo. Estabilidade no mundo corporativo não existe, no cenário político e econômico que vivemos. Sobrevive quem é mais criativo, quem sabe se reinventar. Se roubassem todo meu dinheiro, uma coisa ninguém tira: todo conhecimento que adquiri nesses quase 5 anos empreendendo. E se você for mandando embora hoje, o que faria? Como se reinventaria? E se não conseguisse se realocar no mercado de trabalho, o que você criaria?

 

Dinheiro cria mais estabilidade e segurança, portanto, sempre digo que antes de “largar tudo” comece guardando dinheiro, organizando, planejando, estudando. Não existe essa de largar tudo pra viajar. E não existe hora perfeita para isso também. Muita gente acha que sim, mas não dá certo. Para mim, deu certo porque guardei dinheiro durante 7 anos no mundo corporativo para viver feliz caso não ganhasse nada nos próximos dois anos. Foi tudo planejado, organizado e seguro.

E por fim, pense, o que de pior poderia acontecer se não der certo? Volte por mundo corporativo, porque após uma queda, você sempre volta mais forte e mais esperto. Você vai conseguir, acredite.

E

SE

DER

CERTO?

Em 2015, eu e minha melhor amiga decidimos abrir uma Consultoria de Negócios, para pequenas e médias empresas e start-ups. Decidimos isso pois eu estava recebendo muita demanda de amigos que queriam ajuda para começar um negócio, desenvolver uma ideia e tirar do papel, desenvolvendo o PLANO DE NEGÓCIOS.

Como eu sou formada em Administração e Marketing, tenho experiência na área de Análise de Mercado e minha sócia é formada em Contabilidade e com MBA em Finanças, decidimos abrir a Express Consultoria, onde realizamos serviços de marketing, pesquisa de mercado, gestão financeira, estudos de viabilidade e plano de negócios no Rio de Janeiro e Curitiba.

O que você está fazendo agora? Algo que realmente ama? Milhões de pessoas neste exato momento estão fazendo o que amam. A economia criativa, novas profissões, o boom do empreendedorismo, a mobilidade, novos canais, internet, tudo tornou possível trabalhar em qualquer momento de qualquer lugar. Você tem liberdade e flexibilidade para exercitar seus talentos. Reconheça oportunidades que combinem paixão com trabalho.

 

Viva melhor seu presente sem a ilusão de que pode controlar o futuro. A cultura da “estabilidade” é inexistente. Tudo isso porque quem se adapta melhor pode evoluir com as mudanças.

A jornada é mais importante que o destino final. Como diz Eddie Cantor, diminua a velocidade e aproveite a vida. Não é apenas a paisagem que você perde indo muito rápido, mas também o senso de onde está indo e por que. Lembre-se das palavras de Hemingway: “É bom ter um fim para a jornada, mas é a jornada que importa, no fim.”

 

E fica a dica, como Eddie diz, “levei 20 anos para fazer sucesso da noite pro dia”. O sucesso não decorre de um grande e extraordinário êxito. Ele é construído, lentamente, com os tijolos dos pequenos sucessos. A pessoa que alcança grandes metas ao longo de sua vida é porque já atingiu muitas pequenas metas.”

 

Dar certo não é uma questão de sorte, mas de escolha. E a minha escolha é sempre repensar. Repensar nossas formas de trabalhar e agir, nossos próprios limites e os resultados que alcançamos com isso. Repensamos, inclusive, a nossa forma de repensar, porque, cá entre nós, deu certo, está dando certo e ainda vai dar muito certo.

Sou tão urgente que meu futuro é hoje. Você está fazendo o que ama agora? Não? Então começa. Amar o que faz te coloca em movimento. É o único jeito de viver uma vida plena todos os dias.

 

Priscila Kamoi

Priscila Kamoi é formada em Administração pela FAE Business School e em Marketing pela Baldwin Wallace University, Ohio. Trabalhou durante 7 anos no mundo corporativo nas áreas de projetos, gestão de produto, marketing e novos negócios em multinacionais. É comunicativa, eficiente, com perfil empreendedor e focada em resultados. Atualmente possui seu próprio negócio.